segunda-feira, 18 de fevereiro de 2013

Região - Cadastro de 'bikes' em Epitácio concorre entre melhores ações da PM

 


Desde o dia 13 de setembro de 2012, a Polícia Militar de Presidente Epitácio passou a fazer o cadastramento de bicicletas de moradores do município.
O objetivo é reduzir os casos de furtos, já que a modalidade correspondia a 20% dos crimes na cidade. Com a ação, a PM concorre ao 5º Prêmio Polícia Cidadã, do Instituto Sou da Paz, a nível estadual.
Entre ações de todo o Estado, apenas 20 foram pré-selecionadas por uma comissão de especialistas na área de segurança, que visitaram as cidades para conhecer de perto as iniciativas. Agora, as ações estão disponíveis para votação e Presidente Epitácio permanece em segundo lugar do ranking, com 19,25% dos votos.
Nesta edição do prêmio, o tema é a redução de crime recorrente em determinado território. As três iniciativas mais votadas serão premiadas no início de abril. Segundo o Instituto Sou da Paz, o primeiro lugar recebe R$ 20 mil em dinheiro, já o segundo e terceiro lugar, R$ 10 mil.

Além de Epitácio, concorrem ao prêmio os municípios de Taubaté, Pindamonhangaba, Guaratinguetá, Piquete, Cruzeiro, Campinas, Boituva, Ribeirão Preto, Batatais, Andradina (Pereira Barreto), Penápolis, Oscar Bressane e Guarulhos, além da própria capital paulista.
Iniciativa
Em Epitácio, cidade de 41.624 habitantes, estima-se que haja 34 mil “bikes”, que é tida como principal meio de transporte para muitos moradores. Com o cadastramento, a intenção foi criar um banco de dados com informações estratégicas às Unidades de Serviço da PM, como nome e endereço do proprietário, cor predominante da bicicleta, número de fabricação, entre outros.
Com isso, em caso de extravio, furto ou roubo, o banco de dados possibilita que o patrulhamento da PM recupere a bicicleta com mais facilidade, além de prender o autor do delito.
Serviço
O voto popular permanece ativo até o dia 31 de março, no site do Instituto Sou da Paz. Além da Polícia Militar, participaram da pré-seleção ações da Polícia Civil e também da Polícia Científica.

Nenhum comentário:

Postar um comentário